Porque você precisa de uma Previdência Privada

Em cada fase da vida, as pessoas têm diferentes pretensões, visões e objetivos, tanto do passado quanto do futuro. Reflexões como essas, muitas vezes, são difíceis de se fazer. Dessa forma, em cada etapa, precisamos nos atentar aos planos que pretendemos estipular.

 

A maior parte das pessoas têm sua vida financeira caracterizada por três fases distintas. A definição da fase em que você se encontra, é essencial para a criação de estratégias específicas e para assumir diferentes riscos, que devem estar adequados para cada uma delas. Dessa forma, você poderá se precaver, caso haja percalços no caminho.

 

No cenário atual, marcado por incertezas, é vital pensarmos estrategicamente sobre como assegurar nossa estabilidade financeira nos anos por vir. Por isso, a previdência privada se destaca como uma opção complementar ao sistema previdenciário público. Mas, afinal, o que é a previdência privada e será que é a escolha certa para você?

 

O que é a Previdência Privada?


A previdência privada é um investimento de longo prazo criado para garantir uma fonte adicional de renda na aposentadoria. Diferentemente da previdência pública, gerida pelo governo, a previdência privada é oferecida por instituições financeiras e seguradoras.

 

Existem dois tipos principais de previdência privada: o Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) e o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL). No PGBL, as contribuições realizadas podem ser deduzidas do Imposto de Renda até o limite de 12% da renda bruta anual, proporcionando uma vantagem fiscal. Já o VGBL não possui essa dedução, mas os rendimentos são tributados apenas sobre o lucro, não sobre o total acumulado.

 

A Previdência Privada é para mim?


A resposta a essa pergunta depende de vários fatores, incluindo seus objetivos financeiros, tolerância ao risco e situação atual. Aqui estão alguns pontos a considerar:

 

Planejamento de Aposentadoria Personalizado: Se busca um planejamento de aposentadoria mais personalizado, a previdência privada oferece flexibilidade na escolha de quanto investir e como resgatar seus benefícios.

 

Tolerância ao Risco: Com opções de investimento mais conservadoras ou arrojadas, a previdência privada permite adequar seu plano ao seu perfil de risco.

 

Vantagens Fiscais: Se a possibilidade de dedução fiscal atrai, o PGBL pode ser uma opção interessante. Contudo, é crucial compreender as regras e avaliar se essa vantagem compensa no longo prazo.

 

Planejamento Sucessório: A previdência privada pode ser útil no planejamento sucessório, facilitando a rápida e simplificada transferência dos valores aos beneficiários designados.

 

Acesso à Renda Futura: Se busca uma fonte adicional de renda na aposentadoria, a previdência privada pode ser a solução.

 

Previdência social x Privada


Há uma grande diferença entre a aposentadoria pública e a privada. Isso porque a segunda é gerida por entidades privadas consagradas. Ela também não obedece a qualquer teto, é transparente na administração dos recursos e permite resgates antecipados ou a escolha da forma de recebimento. Além disso, diferentemente da aposentadoria do INSS, na previdência privada, o investidor aporta os recursos quando e como quiser, sem ter que respeitar qualquer tipo de tabela de valores

 

Em resumo, a previdência privada é uma excelente escolha para quem busca uma estratégia personalizada de longo prazo. Contudo, compreender os detalhes do plano, considerar os custos envolvidos e avaliar a adequação aos seus objetivos financeiros são passos cruciais.


Lembre-se sempre de buscar a orientação de um profissional financeiro para garantir que suas decisões estejam alinhadas com suas necessidades e expectativas. Afinal, o caminho para a segurança financeira começa com escolhas informadas e bem planejadas. Garanta seu futuro hoje!

Assuntos variados para aprender ou se aprofundar

Newsletter

Fale com um Assessor

Faça uma Simulação